Blog – Grupo Fibromax

Categoria: Blog

Saiba como deixar a churrasqueira com aquele ar de produto novinho

Saiba como deixar a churrasqueira com aquele ar de produto novinho

Na hora de fazer aquele churrasquinho no fim de semana, a última coisa que o dono da casa pensa é no trabalho de limpar tudo depois. Para ajudar na manutenção da churrasqueira, Irene Cristina Loureiro, da Benfatto Organiza, ensina como limpar direitinho o modelo que é movido a carvão.

Depois de retirar as cinzas e jogá-las fora, faça uma solução com água morna e um pouco de detergente e deixe de molho. Em seguida, escolha uma escova de cerdas bem duras e uma esponja de aço ou esponja grill. O próximo passo é pôr uma colher de sobremesa de detergente na esponja úmida, para lavar as grelhas adequadamente. Depois, recomenda-se passar um pouco de óleo nelas,a fim de lubrificá-las.

— Primeiro, retire as grelhas e esfregue-as bastante, para retirar restos de carne e gordura. Depois, lave-as com água, sabão e palha de aço. Se a grelha for de ferro, passe óleo sobre toda a sua superfície, para que não enferruje — explica Irene, que dá outras dicas sobre manutenção em seu blog, em www.comoorganizar.com.br.

Tire suas dúvidas

Produtos – No caso da churrasqueira a gás, que tipo de material deve ser usado na limpeza? Recomenda-se usar uma esponja macia para limpar as grelhas e panos para secá-las. Você também precisará de um balde com três partes de água para duas de vinagre, uma colher (de sopa) de bicarbonato de sódio e uma colher (de sopa) de vinagre em num litro de água morna, para limpar a churrasqueira por fora.

Gordura – Como limpar sem deixar nenhum vestígio de gordura? Com a churrasqueira ainda quente, remova os resíduos que ficaram na grelha com uma esponja. Retire o vasilhame para a gordura, embaixo da churrasqueira, e lave-o bem. Depois de fria, coloque-a de molho numa solução de água e vinagre. A sujeira vai se desprender, se você passar uma esponja macia com detergente. Depois, basta aplicar uma solução de bicarbonato e vinagre nas partes externas da churrasqueira, usando uma escova. Por último, passe um pano molhado e deixe-a secar.

Inox – O procedimento é o mesmo para limpar churrasqueiras de inox, ou muda alguma coisa? Quais são as recomendações, neste caso? O indicado, neste caso, é usar o bicarbonato. Enquanto a churrasqueira fica de molho, coloque as grelhas e os espetos de molho na mesma solução. Depois que a sujeira amolecer, jogue fora o líquido e limpe com uma esponja macia, enxágue e deixe secar ao ar livre. Pode fazer o mesmo procedimento com os espetos e as grelhas.

Alvenaria – E no caso da de alvenaria? Não é preciso lavar a churrasqueira, apenas recolha todas as cinzas e limpe com uma escovinha seca para tirar todos os restos de carne.

Perguntas respondidas por Irene Cristina Loureiro, personal organizer responsável pela Benfatto Organiza (www.benfatto-organiza.com.br), empresa de consultoria em organização.

19 ideias para decorar banheiros pequenos

19 ideias para decorar banheiros pequenos

Criatividade e melhor aproveitamento do espaço ajudam a deixar o ambiente mais agradável

Com o menor m2 das residências, o banheiro costuma ser um dos ambientes “esquecidos” da decoração. E em plantas cada vez menores, a dificuldade aumenta, já que os banheiros pequenos estão cada vez mais fazendo parte de nossas vidas.

Mas justamente por causa do tamanho, qualquer mudança faz uma enorme diferença, seja na substituição do piso ou até na disposição dos móveis e acessórios. Confira algumas sugestões simples para deixar os banheiros pequenos mais bonitos!

1. Aproveite as paredes

banheiro_parede
As paredes de um banheiro pequeno são espaço precioso. Aproveite para colocar nichos e prateleiras, por exemplo. Observe, apenas, se há necessidade de diminuir a profundidade para não gerar desconforto dentro do espaço (Foto: Reprodução/Pinterest)

 

2. Atenção às portas

banheiro_box
Espaços pequenos podem ser otimizados com portas de correr, já que elas não consomem espaço na hora de serem abertas (o chamado ângulo de abertura). A dica vale tanto para portas do gabinete, como a do box e a própria porta do banheiro (Foto: Reprodução/Shutterstock)

 

3. Armários

banheiro_armario
O armário embaixo da pia, também chamado de gabinete, é muito bem-vindo em espaços pequenos, porque acomodam muitos objetos escondendo a bagunça. Podem compor apenas a parte inferior da cuba ou espaços mais amplos (Foto: Reprodução/Pinterest)

 

4. Prateleiras substituem armários

banheiro_prateleira
Se você não é fã de armários ou acha que pesam demais no ambiente, pode substituí-los por prateleiras. As de vidro dão sempre aspecto mais leve (tanto pela transparência, quanto pela espessura (Foto: Reprodução/Pinterest)

 

5. Aproveite o espaço acima do vaso sanitário

banheiro_vaso
Se seu banheiro conta com a caixa acoplada, saiba que ali também está um espaço bem valioso. Vale decorar com flores ou projetar armários e prateleiras para ter maior aproveitamento (Foto: Reprodução/Pnterest)

 

6. Sobrou uma escada por aí…

banheiro_escada
Você pode aproveitá-la como apoio e suporte de toalhas (Foto: Reprodução/Pinterest)

7. Pisos e Paredes

banheiro_paredes
Se o espaço já é pequeno, tons claros no piso  e também nas paredes favorecem a amplitude do banheiro (Foto: Reprodução/Pinterest)

 

8. Espelhos

banheiro_espelho
Além de serem extremamente funcionais no banheiro, composição de espelhos ampliam a área (Foto: Reprodução/Pinterest)

9. Iluminação

banheiro_iluminacao
Luz natural é o ideal, mas se não for possível escolha iluminação que dê mais visibilidade e supra a ausência de luz natural (Foto: Reprodução/Pinterest)

 

10. Organização é tudo

banheiro_organizacao
Caixas organizadoras são peça-chave para ambientes pequenos e já estão disponíveis no mercado em vários formatos, tamanhos e em várias cores. Se não encontrar as transparentes (que favorecem a visualização dos conteúdos), faça etiquetas de identificação, que facilitam o dia a dia (Foto: Reprodução/Pinterest)

11. Aproveite a parte interna das portas dos gabinetes e armários

banheiro_interno
Suportes, ganchos e caixinhas podem ser fixados à parte interna dos armários e gabinetes para acomodar secador e demais acessórios ( Foto: Reprodução/Pinterest)

 

12. Decoração

banheiro_decor
Dica ótima para quem está com orçamento apertado, mas quer dar um charme a mais ao banheiro: escolha pequenos itens de decoração que transformem o ambiente (Foto: Reprodução/Pinterest)

 

13. Caixotes na parede

banheiro_caixote
Com a onda do reaproveitamento de caixotes de madeira e pallets, encontrá-los não é tarefa das mais difíceis. Uma demão de verniz resolve o seu problema e compõe uma prateleira exclusiva (Foto: Reprodução/Pinterest)

14. Suportes de toalha

banheiro_porta
Em espaços reduzidos, toda atenção é pouca. Na hora de escolher suportes de toalha, fique de olho na profundidade deles e no espaço que irão ocupar para evitar que as pessoas esbarrem nesses itens (Foto: Reprodução/Pinterest)

 

15. Roupa suja arrumada

banheiro_roupa
Espaço pequeno pede organização. Se não houver espaço para um cesto de roupa suja de plástico ou acrílico, a solução em tecido é perfeita. Deixa tudo organizado, é fácil de ser lavada e, quando chegarem as visitas, é muito simples de ser acomodada em outro ambiente como a área de serviço, por exemplo (Foto: Reprodução/Pinterest)

 

16. Pendurando tudo

banheiro_pendurada
Se não há espaço para estante, prateleiras ou armários e você precisa deixar itens pequenos ou cosméticos longe do alcance de crianças, pendure tudo em redinhas (Foto: Reprodução/Pinterest)

17. Cores, para que te quero!

banheiro_cores
Alma colorida nunca vê excessos… Para radicalizar e imprimir personalidade vale forrar a parede e deixar o ambiente com o astral bem para cima (Foto: Reprodução/Pinterest)

 

18. Aramados

banheiro_aramado
Prateleiras em aramados facilitam a circulação de ar, visualização dos itens e são facilmente posicionadas (Foto: Reprodução/Pinterest)

19. Pia com apoio vazado

banheiro_pia
Na falta de espaço, vale aproveitar o apoio da pia como porta-toalhas (Foto: Reprodução/Pinterest)
Afinal de contas, o que é mármore sintético?

Afinal de contas, o que é mármore sintético?

O mármore sintético, apesar de não poder ser encontrado na natureza por ser produzido artificialmente, não deixa de ser uma pedra. Em função da sua composição, ele é considerado como tal, assim como o silestone, o marmoglass, e outros materiais comumente utilizados na construção civil no Brasil.
Para que você possa entender mais facilmente, em média 85% da matéria prima de uma peça de mármore sintético é calcário calcítico ou dolomítico, mineral bastante abundante em nosso país e, inclusive, utilizado na agricultura e na pecuária.
Há uma grande variedade de produtos que podem ser fabricados em mármore sintético, com diversas cores e tamanhos, tais como pias para cozinha, tanques de lavar roupa, lavatórios, bancadas e mesas. Além da versatilidade de poder ser utilizado de várias maneiras, os produtos de mármore sintético são bonitos, práticos, resistentes e acessíveis.

Um abraço,

Diego Galvão
Diretor da FIBROMAX

3 vantagens em utilizar produtos de mármore sintético na sua casa

3 vantagens em utilizar produtos de mármore sintético na sua casa

Apesar de serem muito utilizados nas casas brasileiras, pouco se fala sobre os reais benefícios no uso do mármore sintético. Vamos listar três das maiores vantagens em adquirir um produto deste material para sua casa, seja uma pia, um tanque, um lavatório ou qualquer outro.

1- Maior resistência a manchas:
Estudos indicam que as pedras industrializadas, como o mármore sintético, têm menor nível de porosidade em sua superfície e, por isso, são mais resistentes às manchas quando em contato com líquidos como vinho, café e sucos. Por outro lado, as pedras naturais como os mármores e os granitos são muito porosas e exigem um investimento adicional em materiais selantes para que a sua superfície fique mais protegida.

2- Maior resistência a impactos
Na pesquisa divulgada em seu site pelo Sr. Marco Aurélio, da Coopmaco, fica claro que os produtos de mármore sintético possuem maior resistência a impactos quando comparados às pedras naturais, desmentindo, assim, o mito de que é um material mais frágil.
Reproduzimos abaixo os resultados dessa pesquisa, que comprova a grande resistência dos produtos fabricados em mármore sintético:

3- Menor preço
Estando comprovada a qualidade do mármore sintético por sua maior resistência a manchas e a impactos, além da sua beleza e versatilidade, é hora de falarmos de mais um benefício deste material: o preço.
Basta fazer uma rápida pesquisa no Google para você comprovar o que falaremos agora. Há casos em que uma peça de mármore sintético chega a custar menos da metade do preço de uma de pedra natural. Confira abaixo alguns dos valores levantados na pesquisa que realizamos:

Quando você for decidir qual material utilizar no acabamento da sua cozinha, banheiro ou lavanderia, não deixe de considerar o mármore sintético como uma excelente opção. Com este material, você terá um produto que alia beleza à durabilidade e resistência, características importantíssimas para algo que vai fazer parte do seu dia a dia no lugar mais importante do mundo: a sua casa.

Um abraço,

Diego Galvão
Diretor Comercial
FIBROMAX

Quais as diferenças entre pias e tanques de mármore sintético e de fibra de vidro?

Quais as diferenças entre pias e tanques de mármore sintético e de fibra de vidro?

Normalmente, os públicos que lidam com materiais de construção não sabem apontar as diferenças entre uma pia de mármore sintético e uma de fibra. Na realidade, isso é bem simples: basicamente, a pia de fibra contém tudo o que uma de mármore tem, mais um reforço com fibra de vidro – material que é aplicado para compensar a redução na espessura das paredes da cuba da pia. Dessa forma, é possível produzir um material mais econômico sem perder muito na resistência.
O mesmo acontece entre os tanques dos dois materiais: a peça de fibra é mais leve, em média 30% mais barata e, embora a resistência seja um pouco menor, não há comprometimento na funcionalidade do produto.
Nos tanques há também uma diferença importante no acabamento do verso da peça. No produto sem fibra de vidro, o mesmo acabamento em gelcoat aplicado na parte frontal da peça, é aplicado também na sua parte traseira. Esse detalhe confere um maior requinte ao tanque.
Esses tipos de acabamentos são largamente utilizados nas casas brasileiras, e proporcionam beleza e praticidade no dia a dia.

Um abraço,

Diego Galvão
Diretor Comercial
FIBROMAX